Procenge - Releases
Na mídia

Aceleração de startups através de parcerias

Novo programa desenvolvido pelo C.E.S.A.R vai aproximar as novatas de empresas experientes

Você tem projetos que unam tecnologia e os temas de saneamento, petróleo e gás, saúde, agronegócio, varejo, indústria, serviços ou logística? Quem responder sim, pode se preparar para participar do novo programa de aceleração do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (C.E.S.A.R), que será lançado no início de 2017.

O Corporate Partners foi criado para acelerar startups, aproximando as “novatas” de empresas maduras. Nessa cooperação, o “parceiro” contribui com o capital, conhecimento do segmento, problemas, oportunidades de inovação e conexões com clientes. Já o C.E.S.A.R executa o processo de captação e aceleração das empresas, fornecendo gestão do programa, metodologia de aceleração e consultoria técnica especializada.

A primeira parceira confirmada é a Procenge, empresa de tecnologia da informação. Até o final deste mês, mais duas grandes marcas devem fechar contrato com o C.E.S.A.R para o programa e a expectativa do centro de estudos é abrir até cinco vagas de aceleração para cada parceria. “O fundamental é que os participantes tenham um entendimento claro sobre o problema que eles querem resolver e como isso beneficia potenciais consumidores, além, é claro, de conhecerem os negócios da empresa que estará com eles na aceleração”, afirma Filipe Pessoa, executivo-chefe de empreendedorismo do C.E.S.A.R. Ele lembra que, em 20 anos, o centro já auxiliou a criação de mais de 40 empresas utilizando distintas metodologias.

“Mais recentemente, amadurecemos um modelo de aceleração de startups que combina as nossas competências com as das corporações para localizar e desenvolver negócios nascentes de forma mais eficiente”, diz Pessoa. Para o diretor geral da Procenge, José Cláudio de Oliveira, o modelo de aceleradora corporativa criado permite, além de acelerar startups de maneira eficaz, gerar sinergias.

“Nos associamos a uma organização que já tem experiência, metodologia e networking necessários para isso. O objetivo final é enriquecer nosso portfólio de soluções, somando aos nossos produtos aqueles desenvolvidos por startups. Queremos agregar valor às atividades dos clientes, ampliando as oportunidades de negócios para nós e para as aceleradas.”

Filipe Pessoa também explica que, no programa, cada participante tem papel específico. “Para que as chances de sucesso das startups sejam ampliadas, definimos bem os papéis dos parceiros. O Corporate Partners contribui com o capital, conhecimento do segmento, problemas, oportunidades de inovação e conexões com clientes.

Já o CESAR.LABS vem para executar o processo de captação e aceleração das empresas – fornecendo gestão do programa, metodologia de aceleração, consultoria técnica especializada e um conjunto de serviços de valor agregado para o desenvolvimento das startups.” Os editais das três acelerações serão publicados no http://www.cesar.org.br/.